No fundo do quintal...
 


A porta.

A porta se fechou por detrás de ti,

E nunca mais voltaste a aparecer

Deixaste abandonada a ilusão

Que havia em meu coração por ti

 

A porta se fechou por detrás de ti,

E assim por detrás de ti se foi meu amor

Crendo que podia convencer

A tua alma de por mim padecer

 

Mas é que não soubeste suportar

As dores que nos deu

A mesma adversidade

Assim como também

Nos deu felicidade,

Nos veio a castigar com esta dor.

 

A porta se fechou por detrás de ti,

E nunca mais voltaste a aparecer

Deixaste abandonada a ilusão

Que havia em meu coração por ti

 

Tradução de “La  Puerta”.

Perdoem algum erro na tradução para o português,  fui eu quem a fiz e não sou bom em nenhuma das áreas (nem em traduzir, muito menos em hablar en castellano).



 Escrito por Andre Carvalho às 01h37
[]




Mais uma do Veríssimo: Dar x Fazer Amor...

Dar não é Fazer Amor. Dar é Dar.
Fazer amor é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da  nuca...
Chama-te de nomes que eu não escreveria...
Não te vira com delicadeza...
Não sente vergonha de ritmos animais.
Dar é bom.
Dar sem querer casar... Sem querer apresentar pra mãe... Sem querer dar o primeiro
abraço de Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral...
Te amolece o gingado...
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der pra ele hoje, vai dar  amanhã, ou depois de amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro.
Dar é bom na hora. Durante um mês. Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
É não ganhar um "eu te amo" baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém para andar de mão dadas.
É não ter alguém pra querer casar, pra apresentar pra
mãe, pra dar o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar: "Que que cê  acha, amor?"
É não ter companhia garantida pra viajar.
É não ter pra quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho...
É não ter alguém pra ouvir seus dengos...
Mas dar é inevitável...
Dê mesmo, dê sempre, dê muito...
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão...
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar ... "

 

Isso é o que eu posso considerar de começar bem uma semana...



 Escrito por Andre Carvalho às 08h44
[]




Tentem entender...

   Tradição das sextas-feiras no Quintal, hoje é dia de descontrair e começar o final de semana rindo um pouco. Dessa vez não quis nem transcrever essas palavras, resolvi publicar esta "gracinha" da maneira exata como recebi. Até o tíulo do e-mail onde veio isso é o mesmo deste post.

 

   Ah, e se conseguirem entender essa bagunça, PELAMORDEDEUS, me expliquem!!!

 

 

      

 

   Simples, não...



 Escrito por Andre Carvalho às 08h06
[]




Verdadeira Felicidade.

   "Todo ser humano precisa saber que a maior felicidade que se pode sentir na vida é aquela que a gente saboreia quando consegue, verdadeiramente, fazer a felicidade de alguém." "O homem depende de seu pensmento."     Mokiti Okada

 

   Eu não posso dizer que sempre fui um "bom samaritano" a vida toda, que sempre busquei direcionar a minha vida para buscar o bem e a felicidade de meus semelhantes, mas também nunca fui totalmente desligado a este tipo de coisa, sempre soube no fundo de minha alma que o ato de se sentir feliz com a felicidade do meu próximo era algo real e que estava próximo de mim, mas só fui realmente descobrir o que isto queria dizer quando ingressei na fé messiânica. A partir dos ensinamentos a que fui tendo acesso e as muitas experiências relatadas em cultos ou mesmo em conversas informais, fui tomando consciência da importância da prática do altruísmo, como essa atividade nos eleva espiritualmente e quão boa é a sensação que temos quando efetivamente fazemos algo em prol da felicidade e do bem estar de alguém.

 

   Como numa das palestras a que tive oportunidade de assistir aonde eu dedico, certa vez nossa Ministra falava em uma reunião da Família sobre o verdadeiro propósito do casamento. Uma pessoa normalmente resolve se casar primeiramente porque ama o seu parceiro(a) e por isso quer ser feliz por toda a sua vida ao lado dele(a), acontece que esse sentimento é, na verdade, algo egoísta e que geralmente faz com que essa relação não perdure como deveria.

 

   O que está errado neste caso é para onde este sentimento de felicidade está direcionado. Se cada um que resolvesse viver uma vida ao lado de outra pessoa, entrasse nessa relação com o sentimento de FAZER o seu amado(a) feliz, antes de pensar na sua própria felicidade, certamente as chances desse matrimônio dar certo por muitos anos ou mesmo pela vida inteira seriam muito maiores. Ao passo que buscar sua felicidade sem ela estar diretamente ligada a da outra pessoa, nunca será uma felicidade plena.

 

   Buscar a felicidade de alguém para saber e sentir o que é a verdadeira e plena felicidade vinda do coração de Deus, essa é a mensagem que deixo para todos os meus amigos que lerem meu blog esta semana. Um grande abraço a todos e muita paz!



 Escrito por Andre Carvalho às 00h39
[]




Quintal Noturno.

Agora sim! Consegui comprar um olofotes bem grandes e espalhei pelo quintal afora, agora eu posso receber os amigos a qualquer hora do dia ou da noite (ou da madrugada como é o caso agora, já são quase 4 da manhã).

 

Brincadeiras a parte, eu consegui comprar finalmente meu computador e agora posso acessar a internet de casa. Com isso volto a ter tempo para meu Quintalzinho e para todos os meus amigos que conheci através dele.

 

Bem minha gente, por enquanto é isso. O Quintal mais do que nunca estará aberto a partir de hoje 24 horas por dia, 7 dias por semana, é só entrar, se "abancar" numa cadeira e relaxar...

 

Um grande abraço para todos e uma excelente sexta-feira.



 Escrito por Andre Carvalho às 05h03
[]




Acabo de ler esse texto e me identifiquei tanto com ele que resolvi posta-lo. Obrigado Marli, compartilho de sua opinião, estou deixando minha "gota" também ok?

 

Você tem a sensação de que o Brasil está ficando burro? Pois eu, sim!

 

Muito bem. Foi disso que lembrei quando, dia desses, um amigo me encaminhou um texto de autoria de Roberto Reccinella , que dizia: "Na terça-feira, dia 22/02, a Rede Globo recebeu 29 milhões de ligações do povo brasileiro votando em algum candidato para ser eliminado do Big Brother. Vamos colocar o preço da ligação do 0300 a R$ 0,30. Então, teremos R$ 8.700.000,00. Isso mesmo! Oito milhões e setecentos mil reais que o povo brasileiro gastou só nesse paredão. Suponhamos que a Rede Globo tenha feito um contrato 'fifty to fifty' com a operadora do 0300, ou seja, ela embolsou R$ 4.350.000,00. Repito, somente em um único paredão...".

 

Alguém poderia ficar indignado com a Rede Globo e a operadora de telefonia ao saber que as classes menos letradas e abastadas da sociedade, que ganham mal e trabalham o ano inteiro, ajudam a pagar o prêmio do vencedor e, claro, as contas dessas empresas. Mas o "x" da questão, caro(a) leitor(a), não é esse. É saber que paga-se para obter um entretenimento vazio, que em nada colabora para a formação e o conhecimento de quem dela desfruta; mostra só a ignorância da população, além da falta de cultura e até vocabulário básico dos participantes e, conseqüentemente, daqueles que só bebem nessa fonte.

 

Certa está a Rede Globo. O programa BBB dura cerca de três meses. Ou seja, o sábio público tem ainda várias chances de gastar quanto dinheiro quiser com as votações. Aliás, algo muito natural para quem gasta mais de oito milhões numa só noite! Coisa de país rico como o nosso, claro. Nem o Unicef, quando faz o programa Criança Esperança com um forte cunho social, arrecada tanto dinheiro. Vai ver deveriam bolar um "BBB Unicef". Mas tenho dúvidas se daria audiência. Prova disso é que na Inglaterra pensou-se em fazer um Big Brother só com gente inteligente. O projeto morreu na fase inicial, de testes de audiência. A razão? O nível das conversas diárias foi considerado muito alto, ou seja, o público não se

interessaria.

 

Programas como BBB existem no mundo inteiro, mas explodiram em terras tupiniquins. Um país onde o cidadão vota para eliminar um bobão (ou uma bobona) qualquer, mas não lembra em quem votou na última eleição. Que simplesmente anula seu voto por não acreditar mais nos políticos deste País, mas que gasta seu escasso salário num programa que acredita de extrema utilidade para o seu desenvolvimento pessoal. Que vota numa legenda política sem jamais ter lido o programa do partido, mas que não perde um capítulo sequer do BBB para estar bem informado na hora de PAGAR pelo seu voto. Que eleitor é esse? Depois não adianta dizer que político é ladrão, corrupto, safado, etc. Quem os colocou lá? Claro, o mesmo eleitor do BBB. Aí, agüente a vitória de um Severino não-sei-das-quantas para Presidente da Câmara dos Deputados e a cara de pau, digo, a grande idéia dele de colocar em votação um aumento salarial absurdo a ser pago pelo contribuinte.

 

Mas o contribuinte não deve ligar mesmo, ele tem condições financeiras de juntar R$ 8 milhões em uma única noite para se divertir (?!?!), ao invés de comprar um livro de literatura, filosofia ou de qualquer assunto relevante para melhorar a articulação e a auto-crítica... Chega de buscar explicações sociais, coloniais, educacionais. Chega de culpar a elite, os políticos, o Congresso. Olhemos para o nosso próprio umbigo, ou o do Brasil. Chega de procurar desculpas quando a resposta está em nós mesmos. A Rede Globo sabe muito bem disso, os autores das músicas Egüinha Pocotó, O Bonde do Tigrão e assemelhadas sabem muito bem disso; o Gugu e o Faustão também; os gurus e xamãs da auto-ajuda idem.

 

Não é maldade nem desabafo não, é constatação.

 Escrito por Andre Carvalho às 07h52
[]




Um passo à frente.

Dê apenas um passo à frente. Não se preocupe se esse passo é perfeito, ou o que outras pessoas dele irão pensar, ou porque você não o deu mais cedo. Apenas tome aquele pequeno passo e perceba quão bom e quão acertado ele lhe faz sentir.

 

Tome um pequeno passo para a frente e a seguir tome um outro. De repente, um novo momento surge à sua frente. Sim, novos e difíceis desafios irão surgir uma vez que agora você está indo para a frente, certamente que o seu solo ficará mais desafiador e mais pronto a surpresas agradáveis e desagradáveis.

 

Porém, continue a dar um passo mais à frente e com cada passo à frente - pela graça de Deus - a sua experiência irá crescer, sua persistência irá fortalecer e a sua fé em Deus irá aumentar. Portanto, no dia de hoje, faça algo que pode lhe fazer um bem tremendo: dê um passo à frente.

 

Nélio DaSilva.

 

Obrigado a todos os amigos que têm me visitado apesar da minha pouca frequência em posts nestes últimos dias. Estou sentindo falta do carinho e da troca de energias que temos através das palavras mas o tempo tem sido mais do que escasso, porém, as coisas tendem a melhorar pelos próximos dias e poderemos novamente nos sentarmos nas várias cadeiras de nosso quintal e voltarmos com nosso bate-papo gostoso de sempre.

 

Um grande abraço e um ótimo final de semana.



 Escrito por Andre Carvalho às 08h58
[]




O Pessimista reclama do vento;

 

O Otimista espera o vento melhorar;

 

O Realista ajusta as velas...

 

Jamais seja pessimista e seja sim otimista, mas sempre sendo acima de tudo realista, para poder encarar seus “ventos contra” de cabeça erguida, buscando soluciona-los da melhor maneira possível, sem esperar que um milagre caia sobre sua cabeça.

 

Em breve o Quintal voltará ao normal, deixa só eu reajustar meus ponteiros aqui e tudo vai se ajeitar. Eu prometo!

 

Um Excelente final de semana para todos!



 Escrito por Andre Carvalho às 08h18
[]


[ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
 Ver mensagens anteriores



 Meu outro blog
 Meu Orkut