No fundo do quintal...
 


Sonho de um sonho

 

   Tenho me lembrado de letras de algumas músicas dos meus tempos de criança. Músicas que meu pai gostava de ouvir, daqueles Lp's antigos, pesadões, que muita gente hoje em dia nem teve o prazer de ver. Assim me veio na lembrança os dois últimos posts publicados, mas o que tem me deixado mais espantado é a forma como essas letras tem caído tão bem nos meus dias atuais. Esse paradoxo de coisas que conheço a tanto tempo se encaixarem perfeitamente nos tempos de agora me colocaram numa posição de reflexão.

   Sonho de um sonho é um poema. Composto por Martinho da Vila para concorrer a uma disputa de samba-enredo de sua escola, a Unidos de Vila Isabel, venceria a disputa no ano de 1981 e seria regravada pelo próprio autor anos depois para ficar gravada na memória minha e de, tenho certeza, muitos outros que viveram aquela época.

   É bom sonhar, principalmente com pureza de espírito e retidão de caráter.

 

   Sonhei que estava sonhando um sonho sonhado

   Um sonho de um sonho magnetizado

   As mentes abertas, sem bicos calados

   Juventude alerta, os seres alados

 

   Sonho meu, eu sonhava que sonhava!

 

   Sonhei que era um rei que reinava como um ser comum,

   Era um por milhares, milhares por um

   Como livres raios riscando os espaços

   Transando o universo, limpando os mormaços

 

   Ai de mim, ai de mim que mal sonhava!

 

   Na limpidez de um espelho só vi coisas limpas

   Como a lua redonda brilhando nas grimpas

   Um sorriso sem fúria entre o réu e o juiz

 

   A clemência, a ternura, puro amor na clausura

   A prisão sem tortura, inocência feliz.

 

   Ai meu Deus, falso sonho que eu sonhava

   Ai de mim, eu sonhei que não sonhava!

   Mas sonhei...

  



 Escrito por O Dono do Quintal às 17h57
[]




Lição de Malandragem.

Muita gente fala mal de malandro não é? Pois é, essa aí é uma música que fala do outro lado da figura marcante do meu Rio de Janeiro que é o tal malandro, que já está em extinção por estas bandas (se é que já não foi extinto de vez), e olha que eu trabalho no núcleo da boemia e malandragem carioca, o bairro da Lapa, conhecido pelos famosos Arcos da Lapa que tem uma historia legal que um dia eu conto aqui. Bom, aí vai a letra que eu gosto muito e com a qual eu me identifico, apesar de não saber nada de malandragem.... A gente se vê na segunda!!

 

  Foi andar na corda bamba, escorregou, caiu

  Teve gente que chorou, teve gente que sorriu

  Todo mundo a espiar, mas ninguém o acudiu

  E o malandro levantou, sacudiu a poeira e o caminho seguiu

 

  Malandro não pode se intimidar

  Se o destino derruba, mesmo sem ajuda tem que levantar

  Sacudiu a poeira e atrás do seu caminho seguiu

  Por estradas tortuosas até que o destino lhe sorriu

 

  Hoje é ele quem sorri do azar

  Pois sofreu e lutou para na escola da vida se formar

  E se formou...

 



 Escrito por O Dono do Quintal às 17h30
[]




Esperanças Mil

Sonhos coloridos, esperanças mil!

A noite já veio, a tarde já dormiu

Eu ainda acordado penso no amanhã

Que nem sei se vou viver, que nem sei se vai chegar

O tempo é que vai dizer o que eu tenho que saber

O que eu tenho que aprender...

 

Sou um sonhador consciente das coisas da vida

Eu canto o amor, a terra faz

A flor nasceu, o mundo em paz!!

 

É meu sonho colorido, é o meu sonho colorido...

 

Uma singela homenagem aos meus próprios sonhos, as minhas próprias ilusões, aos meus propósitos de vida. À minha "Branca Vida"!!!



 Escrito por Andre Carvalho às 18h40
[]




Dicas Culturas do Quintal.

O Melhor blog de música da Internet vai virar site!

 

(Clique na foto para entrar no blog)

 

   O Musicopéia foi criado em agosto de 2004 e nesses quase cinco meses de existência se tornou um grande sucesso entre os aficcionados por música da Internet. Foram quase 15000 acessos nesse período, com mais de 500 comentários registrados, muitos pedidos atendidos feitos por visitantes e um vasto material de informação e cultura publicados pelos vários integrantes que formam essa verdadeira família de "loucos" por boa música e cultura.   

   Daqui a alguns dias, o sonho dessa turma começa a virar realidade. O Musicopéia deixará de seu um blog e responderá como um site. A responsabilidade vai aumentar, mas a equipe está levando o projeto à sério e acredita que ainda este ano, o Musicopéia se tornará uma referência no segmento dentro da grande rede. Força e muita sorte a essa equipe a qual pertenço e que me orgulho muito. Vamos com tudo!!

 

 A volta do Metaphoras - Uma E-Magazine completa.

 

  (Clique na foto para entrar no site)

 

   O Metáphoras, assim como o Musicopéia, é a concretização da idéia de alguns amigos que queriam ver e fazer algo novo na internet. Assim nasceu e agora renasceu, já que ficou algum tempo fora do ar, o Metáphoras, a união de algumas cabeças pensantes espalhadas por todo o país onde tenta-se levar ao público idéias, críticas, pensamentos, tudo com muito bom humor e inteligência, onde quem lê participa direta e integralmente das idéias e textos publicados em edições quinzenais.

   Um local que tem a intenção de agradar a todos os tipos de opiniões e gostos, desde o musical até o lírico, o político até o religioso, dando uma nova conotação ao termo "precipite-se", a grande inspiração da turma idealizadora do site. Uma grande opção para quem quer conferir algo de diferente e novo na rede. O mero escritor que vos redige esse post assina a coluna musical desta revista, a Jukebox.

 

   Aí estão minhas dicas. Espero que gostem e nos incentivem a continuar estes projetos voltados à cultura e o lazer.

                                                                                                                



 Escrito por Andre Carvalho às 08h18
[]




E a vida continua...

  É isso aí, segunda-feira chegou, a vida volta ao normal e mesmo sendo hoje o mesversário do Quintal, eu já arrumei ele todo, varri a sujeira toda (e não foi para debaixo do carpete) e agora o quintalzinho já está limpo e brilhando de novo para curtir esses últimos momentos dele de blog legal.

 

  Aliás eu gostaria de agradecer a todos os que me visitaram, tenho certeza que farei mais um montão de belas amizades como da primeira vez que o Quintal foi listado, é sempre um grande prazer prá mim conhecer blogs novos e poder conversar com os seus donos, a troca de conhecimentos nesses casos é sempre muito benéfica para ambos os lados. Queria ressaltar também que tirando raríssimos casos, o nível das pessoas que passaram por aqui de sexta-feira até hoje é muito alto. A julgar pelas palavras e pelos sentimentos expressos nos coments, tenho certeza que as boas energias que o Quintal tem, segundo os amigos dele dizem que têm, atraiu mais seres iluminados para abrilhantar ainda mais esse meu espacinho.

 

  Deixo então para todos uma letra muito especial, enviado por uma pessoa mais especial ainda, aquela que trouxe luz para a minha vida e que é a responsável por praticamente tudo o que tem acontecido nela desde então. Te amo para sempre!!

 - Ouvindo: Jim Croce.



 Escrito por Andre Carvalho às 13h14
[]




 Não Desista.

 

Nessa gloriosa terra, nós crescemos fortes
Fomos perseguidos ininterruptamente
Eu fui ensinado a lutar, ensinado a vencer
Nunca pensei que poderia falhar

Não restou nenhuma luta, ou pelo menos é o que parece
Eu sou um homem cujos sonhos o abandonaram
Eu mudei o meu rosto, Eu mudei o meu nome
Mas ninguém lhe quer quando você perde

Não desista
Porque você tem amigos
Não desista
Você ainda não está derrotado
Não desista
Eu sei que você pode se dar bem

Apesar de ver isso acontecer por todo lado
Nunca pensei que eu seria atingido
Ainda que nós fossemos os últimos a ir
É tão estranho o caminho que as coisas tomam

Levei a noite inteira indo para casa
O lugar onde eu nasci, à beira do lago
E, ao clarear, eu vi a terra
E as árvores tinham sido queimadas totalmente

Não desista
Você ainda nos tem
Não desista
Não precisamos tanto assim de qualquer coisa
Não desista
Porque existe um lugar
Ao qual pertencemos

Fique descansado
Você se preocupa demais
Tudo ficará bem
Quando os dias forem difíceis
Você pode contar conosco
Não desista
Por favor não desista

Preciso sair daqui
Eu não consigo mais agüentar
Vou subir naquela ponte
Olhar para baixo
Seja o que vier
Seja o que for
Aquele rio está correndo
Aquele rio está correndo

Mudei para uma outra cidade
Me esforcei para me estabelecer
Para cada trabalho, tantos homens
Tantos homens quem ninguém necessita

Não desista
Porque você tem amigos
Não desista
Você não é o único
Não desista
Não existe razão para ter vergonha
Não desista
Você ainda nos tem

Não desista agora
Nós temos orgulho de quem você é
Não desista
Você sabe que nunca foi fácil
Não desista
Porque eu acredito que existe um lugar
Existe um lugar ao qual pertencemos.

 



 Escrito por Andre Carvalho às 13h13
[]




E a Festa continua...

   

     “...TODO MUNDO TÁ PRESENTE, NÃO TEM HORA PRÁ ACABAR E MUITA GENTE AINDA TÁ PRÁ CHEGAR!”

 

   Bom, prá quem está chegando agora, estamos numa festa de aniversário onde comemoramos meus 29 anos e os 2 meses do Quintal. Como tem um sol prá cada um aqui no Rio hoje de tanto calor que tá fazendo, a bagunça tá rolando lá no fundão do quintal mesmo, à beira da piscina.   

   Ainda tem cerveja à beça e refrigerante gelado prás crianças, já mandei comprar mais carvão prá não deixar a churrasqueira apagar e ainda tem uns 15 kg de carne prá assar, será que vai dar prá todo mundo?

   E por essa eu não esperava: Uma indicação do Quintal para blog legal (a segunda dele) e agora a festa que já tava bombando, explodiu de vez! Acho que vou mandar chamar aquele grupo de pagode que tocou ontem até de madrugada prá voltar hoje, ou será que eu chamo o DJ que mora ali na outra rua prá transformar isso aqui numa bela de uma festa Techno? Já estou confuso, acho que vou tomar mais uma prá ver se melhoro...

 

   Hahahah, isso é que eu chamo de dar uma "viajada" das brabas... Eu estou é trancafiado num escritório, trabalhando em pleno sábado, e, ainda por cima, sendo meu aniversário, alguém merece isso?? A única coisa boa mesmo dessa história toda é que além de ter meus amigos todos presentes aqui me dando os parabéns (valeu galera, amo todos vcs) estou recebendo visitas de muita gente nova e isso é o que existe de mais legal nessa história de blog, conhecer gente nova e fazer muitas e grandes amizades como as que eu já fiz. Muito bom isso.

   Fiquem à vontade, bebam alguma coisa e curtam a festinha do Quintal. Entre um pedaço de carne e outro eu volto, eu juro que volto.



 Escrito por Andre Carvalho às 14h37
[]




Festa no Quintal !!!

   "... É FESTA, É FESTA, É FESTA, É FESTA ATÉ QUANDO O SOL RAIAR..."

 

   Não se assustem meninas e meninos com o quintal todo enfeitado, com confetes e serpentinas espalhados por todo canto. Estamos em ritmo de festa, afinal não é sempre que podemos comemorar dois aniversários de uma vez só! Estamos em festa, o Quintal e eu.

   O Quintalzinho comemorando seu segundo mesversário com muitos amigos participando e com quase 2000 acessos até o momento da publicação desse post e o dono do quintal humildemente completando a sua 29ª primavera (ou verão como eu costumo dizer, afinal nasci em janeiro).   

   Na verdade o meu aniversário é dia 22 (sábado) e o do quintal é no dia 24 (segunda), mas resolvi juntar logo os dois e comemorar tudo de uma vez de hoje até segunda, só assim a festa é uma só, a sujeira prá limpar depois é uma só também porque, vocês sabem, festa é muito bom enquanto está rolando, o final da festa só quem vê é o dono da casa né, e isso no dia seguinte.

   Portanto amiguinhos, neste final de semana, o quintal que normalmente é um lugar para ficarmos à vontade e relaxarmos, virou um imenso baile de carnaval conforme todos podem ver.    Entrem, se divirtam e fiquem o tempo que quiserem. Na segunda ou terça eu prometo que limpo tudo, boto tudo no lugar outra vez e o espacinho volta a ficar branquinho e organizadinho como antes. Espero... Isso porque, por enquanto: É Festa, é festa, é festa...

  



 Escrito por Andre Carvalho às 07h11
[]




Outros Quintais...

Pois é, eu descobri que existem muitos outros "quintais" circulando por aí há muito mais tempo que o meu, e aqui eu mostro alguns encontrados em forma de música. Coincidentemente todas essas canções são na verdade sambas de autores bem cariocas assim como o meu quintal, ou não será tanta coincidência assim?

 

"O que é isso meu amor, venha me dizer

Isso é Fundo de quintal, é pagode prá valer!"

(Isso é Fundo de Quintal) - Leci Brandão

 

"No fundo do meu quintal nasceu uma planta maneira,

planta que foi consagrada por minha avó rezadeira..."

(Arruda de Guiné) - Bezerra da Silva

 

"No fundo do quintal passa um rio

e toda tarde nele vou  pescar com meu amor

e lá na mata a passarada anuncia,

cantando com alegria o lindo pôr do sol"

(No sertão) - Bebeto

 

"Boa noite, boa noite, prá quem só sentiu saudade afinal,

Obrigado do fundo do nosso quintal."

(Do fundo do nosso Quintal) - Fundo de Quintal

 

Isso para não falar de um programinha bem legal da Rádio Globo AM (RJ/SP/MG) que vai ao ar todos os dias às 20:00 hs chamado "Quintal da Globo", bem variado com muitas músicas e variedades.

Bem, parece que existe de fato vários quintais espalhados por aí, mas, convenhamos, existem quintais e QUINTAIS, certo?



 Escrito por Andre Carvalho às 07h07
[]




Nova “pintura” do Quintal.

   De cara nova e energia redobrada. É assim que eu estou buscando entrar em sintonia com o ano novo para encarar os desafios que chegam e cumprir minhas metas pessoas para esse período.

 

   Pouca gente sabe, aliás, que eu me lembre, só cheguei a falar isso para duas pessoas (o meu amor e a Camila, minha grande amiga do Prelúdio de Devaneios), o nome "No fundo do quintal" na verdade é metafórico. Para quem não conseguiu ler nas entrelinhas, quando vcs lêem o que está escrito no fundo do "quintal", vcs estão enxergando o que está no fundo do meu "coração". Esse é o verdadeiro sentido da palavra quintal que eu tanto uso aqui. Resisti bastante em escrever algo mais íntimo numa página que pode ser acessada por todas as pessoas, mas confesso que foi num momento em que me sentia sozinho que eu senti a vontade de construir esse cantinho, como se fosse alguém que eu não tinha naquele momento que pudesse ouvir qualquer coisa que saísse do fundo do meu... , bom, do meu quintal.

 

   Estou muito ligado no Projeto Musicopéia que é o nosso futuro site de música e também vou procurar desenvolver uma outra coisa que me dá muita alegria, que foi a idéia de escrever um blog voltado para a Messiânica, religião que eu abracei a alguns meses e que aliás serei outorgado membro daqui a duas semanas. Tudo isso junto me faz ficar preocupado com o futuro do Quintal, porque aliar tudo isso mais o meu trabalho e todo o resto fica complicado, mas o quintal ainda vai continuar existindo por causa do mesmo motivo que me fez "abri-lo", ele é o cantinho onde eu me encontro comigo mesmo e exponho tudo o que eu estiver sentindo, e agora ainda está melhor, porque posso contar com vários amigos reais (virtuais é o cacete), que me visitam e compartilham comigo das minhas alegrias, paixões, tristezas e indignações.

 

   Essa foi e é a melhor parte disso tudo e é por isso que o Quintal existe e continuará existindo, enquanto ele continuar a bater.



 Escrito por Andre Carvalho às 10h08
[]




"A música é capaz de reproduzir em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria"

 

 Ludwig van Beethoven (1770-1827)

 

 

"...e nossa história não ficará pelo avesso assim, sem final feliz

teremos coisas bonitas prá contar e até lá vamos viver

temos muito ainda por fazer, não olhe prá trás, apenas começamos.

O mundo começa agora, apenas começamos."

 

(Metal contra as Nuvens) - Renato Russo

 

 

" A saudade lembra de lembranças tantas

Que por si navegam nessas águas mansas"

 

(Solidão de Amigos) - Jessé

 

 

"E eu me sinto assim com um Deus grego

como um barco indo de Veneza ao oceano

como um corcel de um Beduíno

como a emoção dos violinos dos ciganos

 E eu me sinto assim como um Zeus negro,

convidado prá sentar na mesa dos Arcanos

e cear com toda a realeza,

e beber o vinho da nobreza dos humanos".

 

(Essa fase do Amor) - Emilio Santiago

 

 

"Aprendi na descida mais forças ganhar

Prá chegar na subida e não desanimar,

Sou na vida um artista, ganhei meu lugar.

 Fiz do mundo o meu palco, do sol minha luz

prá fazer o meu circo, usei minha cruz

de um pedaço de céu, fiz as lonas azuis..."

 

(Lonas Azuis) - Raul Gil



 Escrito por Andre Carvalho às 16h50
[]




         

   Amigos, hoje me dediquei a fazer uma das coisas que mais gosto, MÚSICA!!

   Na verdade eu fui no Fórum do busca mp3, um fórum sobre música muito legal onde as pessoas trocam informações sobre tudo quanto é tipo de música, aliás, foi por causa desse fórum que nasceu o Musicopéia. Um grupo de "doidos" por música se juntou e criou esse que nasceu como um simples blog chamado Blog do Forum e que agora está se tornando um site que, tenho certeza, será em breve um dos melhores sites do gênero desse país.

 

   No meu último post por lá, falo do que muitos dos participantes do fórum mais querem no momento, uma música que é tema da novela das oito da Rede Globo, Senhora do Destino. Fiz uma pesquisa grande atrás de informações sobre a música e também para pegar o arquivo com ela e o resultado ficou bem legal.

 

   Convido todos a acessarem agora o nosso site (o link está aí ao lado, entre os favoritos do quintal - Musicopeia) e deixem seu comentário, aliás, peço a todos os meus queridos amigos que me honram tanto com as visitas assíduas ao meu humilde quintal que nos dêem uma força quanto a divulgação da nossa página que a gente tenta desenvolver com tanto carinho e dedicação. Estamos trabalhando para que sejamos um grande portal de música num futuro próximo e gostaria que todos os meus amigos participem dessa vitória junto comigo. Um grande abraço a todos e um excelente final de semana.



 Escrito por Andre Carvalho às 16h39
[]




Lucidez Silenciosa.

Acalme-se agora não chore
Esfregue fora a lágrima de seu olho
Você esta a salvo mentindo na cama,
Esta era a parede dum sonho ruim girando em sua cabeça.
Sua mente a engana para sentir a dor,
de alguém perto de você deixando o jogo de vida.
Tão aqui está, outra chance, amplo despertar você enfrenta o dia.
O sonho terminou, ou está só começando?
Há um lugar que eu Gosto de me esconder,
Um portal pelo qual eu corro à noite
Relaxe Criança, Alí onde você...
Mas só não percebeu que você estava assustada.
É um lugar onde você aprenderá
Enfrentar seus medos, repassar os anos,
E monta os caprichos de sua mente.
Comandando em outro mundo,
De repente você ouve e vê esta nova dimensão mágica.
Eu estou observando sobre você
Eu sou o socorro que vê através de você.
Eu a protegerei à noite
Eu estou sorrindo próximo a você, em lucidez silenciosa.
Registre no tempo presente,
Ponha em uma forma permanente,
Se você persiste em todos os esforços,
Você pode conseguir que um sonho se torne realidade.
Que um sonho se torne realidade.
Que um sonho se torne realidade.
Que um sonho se torne realidade.
Que um sonho se torne realidade.
Se você abre sua mente para mim,
Você não vai realmente abrir seus olhos pra ver.
As paredes você constrói de giz
Vamos derrubar abaixo enquanto um mundo novo começa.
Vivendo duas vezes imediatamente você aprende,
Você está protegida da dor no domínio do sonho, a Uma alma livre pra voar.
Uma viagem de ida-e-volta em sua cabeça,
mestre de ilusão, você pode perceber que seu sonho está vivo.
Você pode ser o guia, mas...
Eu estou observando sobre você
Eu sou o socorro que vê através de você.
Eu a protegerei à noite
Eu estou sorrindo próximo a você...

Tradução de "Silent Lucidity", composta por Chris De Garmo e interpretada pela banda Queensryche.



 Escrito por Andre Carvalho às 08h21
[]




Reabertura do quintal.

E aí minha gente! Todo mundo tentando engrenar de novo depois das festas não é? É isso aí, 2005 já está engatinhando e é hora de arregaçar as mangas e tocar a vida prá frente, rumo aos objetivos traçados na virada. Boa sorte para nós!

 

   As catástofres imprevistas e as anunciadas.

 

   Não dá para não deixar de comentar esse momento triste pelo qual a humanidade está passando. O terremoto que deu origem ao Tsunami deixou vários países devastados e fez tantas vítimas que esse me parece ser algo sem precedentes na história da maneira como aconteceu. O mundo inteiro chora o drama vivido pelas milhares de famílias que tiveram seus entes queridos dizimados pela catástofre e se une nesse momento para tentar amenizar com doações e orações a dor vivida por essas pessoas. Algo imprevisto e totalmente inimaginado.

   Estamos falando aqui de catástofres imprevistas, mas isso me faz pensar que existem catástofres tão devastadoras quanto os Tsunami, mas que são totalmente previsíveis e anunciadas, mas mesmo assim não são evitadas. Elas acontecem aqui mesmo nas nossas cidades, devastando as suas populações na mesma quantidade que as de lá, só que em doses homeopáticas, uns aqui, outros ali mas que, se pudessem ter suas vítimas contabilizadas certamente o total seria tanto ou mais assustador que o que estamos assistindo. São as catástofres sociais, que por existirem tão próximas de nós e em tanta quantidade acabam sendo banalizadas na alucinante vida que temos. Vítimas tão inocentes quanto as de lá são assassinadas todos os dias, seres (ainda) humanos vivendo à margem da linha da dignidade, porque da tal linha de pobreza eles nunca chegaram perto, que morrem de inanição sem saber que são só mais um na imensa lista de baixas causadas pelo grande Tsunami social que está aí, na sua, na minha cidade, na cara de todo mundo, mas que fazem questão que a gente pense que se trata só de uma leve "ondinha", que será controlada e que não é tão perigosa quanto parece.

 

   Catástofres naturais e imprevisíveis, catástofres sociais e anunciadas, qual delas é a mais letal?



 Escrito por Andre Carvalho às 15h52
[]


[ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
 Ver mensagens anteriores



 Meu outro blog
 Meu Orkut